quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Chique de última


Ao dar um presente, de certa forma a gente interpreta quem o recebe e se revela um pouco também. Tem quem seja pão-duro ou só dê presente xoxo. E isso nem sempre tem a ver com o preço do recuerdo. Já ganhei coisas mínimas, como uma caixinha de seda ou uma presilha de cabelo, mas num pacotinho cheio de charme e carinho. A gente nota logo quem economizou ou não se importou com o mimo. Pior ainda quem pode dar presente bom, mas só pensa em si, e se revela mesquinho na escolha. Uma coisa que acho de última, por exemplo, é comprar papel higiênico maciozinho para si mesma e papel-lixa para a empregada. Gente assim vai arder no fogo do inferno! Se não tem grana para papel bom, que todos usem do mesmo. Mas, escuta essa: uma amiga me contou que, há uns dez anos, numa reunião na casa dela, uma moça metida a chique, toda de roupa de seda, chegou trazendo um vinho Chalise. Sim, aquele que não dá para usar nem em risotto! Que na quitanda perto de casa custa R$5.90, isso porque o preço é superfaturado. Bom, diz que a moça chegou abafando com o tal Chalise. Tinto!!!(Argh) Minha amiga, que na época não conhecia nada de vinhos, achou o nome do vinho lindo (e não é que soa chique mesmo?), até provar do vinagre. E sacar a alma de quinta da amiga. Roupa de seda e Chalise? Ninguém merece. E quem quiser que conte outra...

9 comentários:

Pâmela disse...

Credo! Que muchiba!
Como tem gente mesquinha nesse mundo, nénão?
Tudo bem, não precisa me comprar uma jóia Vivara, mas tenha bom gosto, eim!
Não pode pagar? Invente algo simples mas de coração.
O importante é ser dado com carinho.
Beijos!

vida cotidiana disse...

Pior é levantar para ir ao banheiro na hora de dividir a conta, isso é o fim, e se foi a pessoa que escolheu o lugar e não foi nada barato, isso é o fim, bjs

Comentarista Abalizado disse...

Ah... aposto que dava para pegar o Chalise e beber com Fanta.

Todo mundo ficaria meio faceirinho... e ainda teriam essa desculpa para jogar toda a verdade sobre o vinho barato na cara da convidada metida a chic.

Ana Paula Siqueira disse...

hahaha
Pois é..
então aí vai uma que euzinha aqui vi com meus próprios ouvidos e ouvi com esses olhos que a terra há de comer hehe:
Eu dava aula para uma señora muito fina!! A casa era um luxo. O bairro?? Nem se eu trabalhar até os meus últimos dias vou poder ter uma casa naquele lugar. Eu entrava por um jardim impecável!! Passava por uma varanda com um pé direito de dar vertigem (medo de altura de baixo pra cima existe?? rsrs)
Bom, ela me levava para uma MICRO saleta (não é pleonasmo.. é que era minúscula mesmo rsrs).. a tal "sala de estudo" devia ter uns 4m de comprimento por 1,5 d largura..com a bancada onde ela escrevia, isso reduzia horrores.. e era numa espécie de porão. Uma outra madame fazia aula com ela.. as duas sentavam nas cadeiras e euzinha aqui sentava nos degraus da escada.. tá.. tudo bem.. até aí, tudo bem..
eis que vem a empregada com aqueles uniformes com toquinha de babado (ridículo e humilhante), servindo sucos e biscoitos em bandeja de prata!! (me conta uma coisa: é prudente uma pessoa aprender a falar inglês, comendo sequilhos?? rsrs isso não deu em boa coisa, pode ter certeza).
Eis que vem a parte melhor: toda semana eu tinha que esperar as duas falarem de futilidades antes de começar a aula.. e eis que a señora diz:
- Menina, descobri um lugar ótimo no centro da cidade que vende shampoos baratíssimos!! Fui lá e comprei caixas..precisa ver como economizei, pois eu guardos as embalagens vazias e divido o shampoo, completo com água e um vidro vira dois!! Meus meninos gastam shampoo demais. Agora tá rendendo que é uma beleza!!!
Ai, minha nossa senhora do pão de queijo!!! Diluir o shampoo para render é demais, né não??
Comentando com minha sábia mãezinha, ela disse:
- Ana Paula, minha filha, é por isso que essa gente fica rica!! Costumam deixar de comer para ter casa com pé direito gigantesco!!
E eu completei: e cabelo sujo também, né??rsrs
Vêsipódi, menina! rsrs
beijossss
e ótima semana
ps. só hj tive tempo de te linkar!!
Ah, adorei o miojo!!
Vou linkar tbm!

Lu Fuoco disse...

ai, posso fazer uma revelação familiar de quinta???

pior que meu pai gosta de verdade desse vinho...argh!

Bjo

Rosane Queiroz disse...

Pâmela, é isso mesmo: pode ser a bijoux mais simples do mundo, mas charme é tudo...

Ana Rosa, esse é um clássico de quinta!

Comentarista, que idéia genial. Na próxima vez que a bebida for ruim, vamos propor um "ponche" com Fanta!

Ana Paula, nada vale a pena, quando a alma é pequena...

Lu querida, nao é um pecado gostar do Chalise. Denota apenas que teu pai nao gosta de vinho mesmo. Acho que ele gosta masi é to gostinho de suco de uva. Será?
Ele gosta de outros vinhos bons? Fiquei até curiosa: por que ele aprecia o Chalise?


beijos a todos!

Rosane

Iêda disse...

Meninas... não posso deixar de colocar a minha história aqui! rs Fiz aniversário no último dia 25 e ganhei uma camiseta igual a que tinha ganhado há dois anos... e da mesma pessoa. Detalhe: a camiseta é feia, eu nunca usei a outra. Por isso, prefiro uma coisa simples e de bom gosto. rs
bjão

Sonia Corre disse...

ACREDITA, li teu comentário e resolvi abrir a minha geladeira...tchan tchan tchan...adivinha quem estava lá dentro UMA GARRAFA DE CHALISE BRANCO, na temperatura ideal para ser consumido, e eu, OLHO para ele e ELE olha para mim, e tchum veio direto para dentro de um copo da nossa querida e amada VARIG e estou feliz aqui escrevendo para vc. A marca não me importa, IMPORTA é o meu estado de espirito que agora esta muito feliz.

Crist. disse...

Ninguém merece mesmo. E ninguém merece também aquelas pessoinhas que tem o costume de "passar pra frente" os presentes que ganhou e não gostou. Sou vítima de uma parente assim, é mole?