quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Alma de segunda!


Simplesmente inesgotável: este é o mundo de segunda. Muy rico! Ontem eu e minha parceira fuerte Rosita saímos com um monte de gente querida e de primeira para umas biritas no Filial. Chope vai, chope vem e é claro que a prosa acabou sendo o lado B da vida – até porque um amigo que estava na mesa se revelou uma absoluta enciclopédia de histórias de segunda. Vai virar consultor do Garotas, óbvio. Uma das pérolas da naite foi a história de um fulano que passou em todas as provas de um concurso público e acabou reprovado no exame de fezes. De fezes! Nunca ouvi nada semelhante, juro... Ficamos tentando elaborar várias teorias sobre o assunto. Afinal, o que será que havia de tão terrível no, hmm, digamos, material - por assim dizer - do rapaz? Não conseguimos chegar a nenhuma conclusão plausível, a não ser a de que o cara estava literalmente fadado à merda. Tempos depois, segundo esse amigo-enciclopédia, o moço "nota 0" no quesito fezes teve uma brilhante idéia: passar o reveillon no Paraguai! Agora me diz: é ou não é uma alma de segunda? Confesso: fiquei louca pra conhecê-lo e fazer o Quiz GS com esse cidadão... E você, também sente essa empatia gratuita e incontrolável por almas de segunda?

12 comentários:

ALOBONDER disse...

Sentiram a inspirção?
Demais,fortíssima!
Agora me digam se esse amigo da srta Paloma não tá doido e querendo cruzar o psicotécnico com o escatológico para ver se cheira bem e o híbrido que vai dar?
Reprovação no exame de fezes.
Poôxa!

Guilherme Busch disse...

ei
botei um link de 'garotas de segunda' em 'um estranho revirando o ninho'.
pra nós, homens, lembrarmos que nem sempre as mulheres de primeira são as melhores...
guilherme busch

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

nunca ouviu?
então vou te contar uma.

Uma amiga, arrumou um super hiper emprego nas Ilhas Virgens, pouco trabalho, muito dinheiro, muito sol, muita cerveja...tudo acertado,documentos pra cá, passaporte pra lá, visto de trabalho e os exames... acredita que ela ia perder o emprego porque não passou no exame de fezes?

a coitada ficou louca... aí a persona (também do calcinhas) resolveu emprestar o exame dela.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

passou.

fia? vou te contar uma coisa, temos milhões de histórias... só que de quinta.

beijos

ALOBONDER disse...

Cruela:
Exame de fezes mesmo para ver se tá com infestação?
Com coleta de material para laboratório?
Por causa da lumbriga?
Ah tá!
Poôxa!Exame médico complicado.

Alê Quites disse...

gostei daqui.
Voltarei!

Sabrina disse...

Paloma, realmente somos garotas de segunda!
Nada mais horripilante do que a musiquinha do Fantástico com o Zeca Camargo dizendo boa noite!
Adorei o blog, voltarei mais vezes!

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

pois é Alobonder...
isso mesmo cocô no potinho.

esse povo acha que brasileiro é portador de lumbrigas anacondas. (e eu acho que no caso dela foi verdade)

kkkkkkkkkkk

Mario disse...

Sou funcionário público e leciono em curso para concursos públicos há anos. Não fiz e nunca ouvi falar que no exame médico exigissem exame de fezes. E meus colegas de repartição também não.
Acho que a historinha foi inventada.

Zé Renato disse...

Poxa Mario, vc acabou com a graça da historia... To me sentindo como a criança q acabou de descobrir q papai noel naum existe... diante da minha incocencia em concursos, confesso q essa, jah ia rolar na proxima mesa de bar! tem nada naum, assunto nunca falta!
(paloma, tem correio na caixa de email)

Mario disse...

Zé Renato,

Qualquer estatuto de servidores determina que a Administração Pública, para dar posse, faça avaliação médica e mental dos seus candidatos. Tal avaliação deverá ser pautada em critérios objetivos e científicos, sendo certo que seus parâmetros variam de cargo para cargo.

Um policial e um controlador aéreo têm avaliações mais rigorosas que um mero técnico administrativo em função das suas atribuições.

Ocorre que os exames médicos deverão ser relacionados previamente no edital do concurso público ou em algum ato normativo relacionado ao ele. O candidato não poderá ser eliminado senão por exames médicos que observem o princípio da razoabilidade.

A ação anulatória e o mandado de segurança, dependendo da hipótese, são os meios para evitar tal eliminação desarrazoada ou a anulação do ato administrativo para voltar ao certame.

Chico Pinheiro disse...

Eu que sou seu fã Paloma querida. Afinal, você é e sempre será uma garota de primeira, primeiríssima!
Bjs
C.
p.s. Esse blog tá demais.

Crist. disse...

Como diz um professor meu, ele deve ter feito algo muito errado, se não nesta vida, em outras (rs).