sexta-feira, 6 de março de 2009

Dar sem receber


Todo mundo quer uma graninha. Todo mundo quer levar algum. Difícil encontrar alguém que dê um ponto sem nó... Parece tão incrível que uma pessoa faça um favor sem esperar nada em troca que, quando acontece, a gente demora a acreditar. No sábado do último Carnaval, eu fui surpeendida por uma "boa açao". A caminho de Paraty, parei num posto para abastecer. Não tinha tirado dinheiro, levava apenas 30 reais na carteira, além do fiel Visa Electron. Na hora de pagar os 50 reais, deu "transação nao autorizada". Por falta de fundos. Mas eu tinha dinheiro na conta! E nem era pouco. Liguei para o Fone Fácil e, sabe deus porque, meu dinheiro estava preso numa aplicaçào (sim, eu tinha uma, mas com baixa automática. Fiquei sem entender, e mesmo que eu pedisse a baixa, o dinheiro só estaria disponível na conta no próximo dia útil, ou seja, na Quarta-feira de Cinzas!
Que ironia: há alguns meses, eu não tinha dinheiro porque não tinha mesmo. Agora, eu não tinha dinheiro porque tinha. Meu cartão de crédito estava no limite. O posto não aceitava cheques. E a frentista (as mulheres parecem piores nessas situações) era irredutível. Nem meu Peugeot, nem a carteira transada, as unhas feitas e o talão de cheques na mão foram sinais suficientes para a moça considerar a hipótese de que meu chequinho poderia ser quente. Resumindo: eu não tinha como pagar a conta nem com os 30 reais da carteira, e ainda teria três pedágios pela frente.
Desolada, descabelada, morrendo de calor e com o olhar perdido no horizonte, ouvi alguém dizer: "Aceita o cheque dela, vai por mim. Pode aceitar." A "ordem" veio de um moço de bermudão, camiseta, cabelão e bigode, encostado na bomba de gasolina. "Você é daqui do posto?", perguntei. "Não, sou da borracharia." E vi que ele estava tirando umas notas miúdas do bolso para trocar o meu cheque. "Vou preencher um valor maior, pelo favor que voce está me fazendo", sugeri. "Não,senhora. Não esquenta a cabeça não." Ele foi tão enfático que senti que ficaria ofendido com o troco.
Perguntei o nome dele, Tiago. Agradeci e segui em frente, quase emocionada com a generosidade. Afinal, por que ele arriscaria perder 50 reais, e se eu desse um cheque sem fundos? Mas, dez quilometros depois, fui tomada pelo medo: eu tinha anotado o telefone atrás do cheque e comentado que tinha dinheiro aplicado. E se ele fosse um bandido? E se ele ficasse me ligando e me chantageando por algum motivo?
Bom, os 30 reais ainda deram para o pedágio, para o cafézinho, e cheguei à Quarta-Feira de Cinzas sã e salva. Tiago descontou o cheque. Nada mais. Um pequeno favor que não vou esquecer. Ele não ganhou efetivamente nada com isso. Mas é assim que se fabrica um bom carma. O cara é ou não é uma pessoa de primeira? E você, já fez ou recebeu um favor, sem esperar nada em troca?

14 comentários:

Lu Fuoco disse...

Oi Rô, sim, já fiz.
E também fui enfática quando quiseram me dar algo em troca. Entendo que o lado favorecido queira agradar a generosidade. E é válido.
Ma se quem fez sem esperar nada em troca, pelo simples prazer de ajudar, aceitar a oferta a generosidade perde o sentido...
Capice?

Bjo!

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

graças a ele o seu mundo ficou melhor.

adoro o tiago.

faz assim, depois voce espalha o endereço dele, todo mundo que passar por lá da uma calibrada e um café pra ele

USADA disse...

Bem neste caso acho super valido e de muito bom senso e educação do borracheiro, tenho certeza que ele ira para o céu. Massssss esta muitooooo dificil encontrar pessoas assim, eu particularmente estou ficando uma ROCHA, de tanto fazer coisas para amigas/parentes e etc...e levar na cabeça acho que o povo gosta é de se aproveitar de mim, ENTÃO agora quando faço ESPERO SIM o reconhecimento e agradecimento, mas esta muito dificil. AGORA ESTOU VENDO QUE MEUS AMIGOS são pouquissimos, quase nada, nadinha ou melhor 1 ou 2. E muito triste mas o ser humano esta ficando de quinta e eu inclusive kkkkkkk

Pâmela disse...

Ah, já fiz sim. Mas se eu contar, vai parecer que estou me gabando!
Hahahahahahaha!
Sabe que é brega, mas eu ADORO aquela propaganda do governo, a do bom exemplo.
Sei a musiquinha decorada.
Acho que mais gente deveria ser assim e prestar atenção nesse comercial. O mundo precisa de mais pessoas boas, não?
Bejos!
E Deus abençoe o Tiago, né?

Leilee disse...

Adorei, primeira vez q passo por aqui e fiquei fã do blogg.


Aproveitei imediatamente e já adicionei para poder visitá-las sempre!

beijos e ótimo fds!

Isolda disse...

Ro,
Como vc pôde testar, os anjos da guarda, existem. Não são seres invisiveis de asas, mas mortais que aparecem em nosso caminho de repente, quando precisamos. Tenho certeza de que vc tambem já foi um anjo da guarda, sem pensar em recompensa. Eu acredito em anjos, já ví vários. Se duvidar, acredito até em Papai Noel (vestidos de amigos). Essa vida não é mesmo um barato?
Beijos, amiga anja...

vida cotidiana disse...

Querida, o mundo anda tão ruim, que um favor assim, nos dá medo. Infelizmente não acreditamos nas pessoas. Mas por sorte sua, ainda existem as pessoas que são como anjos, no meio de tanta maldade. bjs

Telma Maciel disse...

Ah, é bom fazer boas ações de vez em quando. E é bom demais ser ajudada! Nossa...

Eu já pasei num supermercado antes de ir pra um curso pra dar alimentos a uma mulher e uma criança - por causa da criança, mas qndo passei por onde a mulher estava nos dias anteriores, já não estava mais. No final da aula, ao invés de voltar pra casa com as compras, andei horas e horas procurando alguém pra doar os alimentos. Afinal, eu tinha comprado pra doar!

Valéria Martins disse...

Que bom, Rosane.

Sim, faço muitas coisas sem pensar na recompensa. Mas tudo tem um limite. Recentemente, tiver que dar limite em situação ou, do contrário, estaria assinando embaixo de empreendimento incerto, meu nome em jogo.

Mas sempre que posso, ajudo. A gente está aqui pra isso.

Beijão!

Anônimo disse...

Fora os meus negócios que são bem combinados e bem claros, não faço nada pensando em receber nada em troca. Quando faço ou dou algo, dou, me desprendo, esqueço. Acredito na minha generosidade e não me frustro com ninguem e recebo muiiito tambem, mas não faço balanços.
Adorei o post, que muitos Tiagos cruzem o seu caminho
Beijo
Ita

Mariana disse...

Quando menos esperamos alguem nos estende a mão, é por isso que quando posso, sempre retribuo tbm!!
Não custa fazer o bem sem olhar a quem!

;)

Rosane Queiroz disse...

Ando atrasada com as respostas... mas como todo mundo adorou o Tiago, lá vai (cruela!):

O posto em questão é o segundo posto da D.Pedro, saindo de Campinas, destino Jacareí. O posto é BR e a borracharia do moço fica lá. Beijos

Maria Paula disse...

Rosane, essa foi de primeiríssima!

O maior de todos os nossos problemas está em desconfiar-de-tudo-e-de-todos-o-tempo-todo!

Às vezes, numa atitude simples, podemos ser tirada de uma enrascada, ou mesmo tirar alguém de uma situação de segunda!

Parabéns para o rapaz, e parabéns para você por ter encontrado esse anjo!

Beijos mill, e vê se dá um pulinho no bonecadepano.

laura disse...

Oi! Acabo de conhecer o blog. Adorei! Já fiz e já recebi vários favores de quem não esperava nada em troca, inclusive de desconhecidos. Já recebi tanto que me sinto eternamente em dívida com a vida. Abração!