segunda-feira, 18 de maio de 2009

Sobre panelas e tampas...


Ok, eu concordo que ser solteiro hoje em dia não é bolinho - e olhe que tenho adquirido bastante propriedade para falar sobre o assunto -, mas acho que protestos e passeatas contra a solteirice são, digamos assim, "um pouco demais para a cabeça". A primeira informação que tive sobre a Marcha dos Sem Namorado, que aconteceu ontem no Parque do Ibirapuera, foi a de que seria um protesto exclusivo "de garotas". Rapidamente me programei para marcar presença e preparar um mega post bem-humorado para o Garotas - afinal visualizei centenas de mulheres indignadas, vestindo camisetas com frases espirituosas e criativas do tipo "Cansei de homens de segunda" e "Quero homens de primeira já!". Não seria uma pauta perfeita para este blog? Pois bem, mas minha empolgação jornalística-feminista durou pouco: logo depois descobri que o tal evento era para solteiros em geral, de ambos os sexos. Ficou, então, uma dúvida no ar: mas que raios de protesto é esse? Protesto, pra mim, é contra alguma coisa bem objetiva. É um ato de indignação, ora bolas! Não consegui entender exatamente qual seria o motivo dessa marcha... Abaixo a solteirice? Não faz sentido! Bom, mas mesmo assim tomei coragem, espantei a preguiça dominical, peguei o meu bloquinho e fui (atrasadíssima, como de costume) para o Ibirapuera acompanhada de uma amiga. Rodamos, rodamos, quase fomos atropeladas por inúmeras bicicletas desenfreadas, rodamos mais um pouco e finalmente alcançamos a tal passeata, que já estava literalmente "nos 45 do segundo tempo". Nada de cartazes, nada de gritos de protesto: apenas um aglomerado de pessoas caminhando e uma penca de fotógrafos disparando flashes para todos os lados. Respiramos fundo e nos jogamos na marcha dos sem rumo atrás de informações. Demos cinco passos e clic!, lá estávamos nós duas em primeiro plano na fotografia de algum repórter - para desespero de minha amiga, que é casadíssima e teria de enfrentar uma crise conjugal caso a imagem estampasse algum jornal no dia seguinte. Enfim, continuamos caminhando no meio da galera e eu comecei a tentar puxar conversa com alguns participantes. De início, ninguém quis assumir que estava ali por causa do movimento. "Acabei de chegar e nem sei o que está acontecendo aqui", foi o que mais ouvi. Instantes depois, encontramos um jornalista simpático que forneceu o telefone de uma das organizadoras do evento e resumiu a passeata em apenas uma frase: "Foi uma espécie de micareta, só que de solteiros". Segundo ele, o clima de paquera estava fortíssimo, e em vários momentos do percurso rolaram aquelas rodinhas de gente gritando "beija, beija!" em volta de possíveis futuros casais. Olha que genial! Segundo a organização do Movimento dos Sem Namorados - que tem site na Internet e até assessoria de imprensa! -, mais de 3 mil pessoas participaram da marcha de ontem - e desse total, saíram cerca de 53 casais formados. Eu, no entanto, confesso que achei o evento bem de segunda. De primeira mesmo, só a sacada de marketing desse tal site ParPerfeito, que com a organização dessas duas inusitadas passeatas - uma no Rio e essa em SP - conseguiu destaque em toda a imprensa nacional. E você, o que achou da Marcha dos Sem Namorado? Acha que é batendo na panela que se encontra uma tampa das boas?

16 comentários:

Maria Paula disse...

Paloma, sério, mas sério mesmo, acho a solteirice a melhor coisa do mundo!!!

A passeata deveria ser uma apologia à solteirice, e não uma forma velada de desencalhar, geente!!!

Muito bobo isso...

Beijos mill

Beta Souza disse...

Pra mim, pior do que esta passeata, só o movimento das cuecas no trem ou a guerra de travesseiros.
Foi apenas uma boa jogada de marketing.
Lamentável.
Abraço!
Beta

Telma Maciel disse...

Afe... as pessoas devem ter sido pagas pra ir nessa passeata e, chegando lá, ngm quis admitir que estava lá pela passeata.
Ridículo!
Tá, tô solteira e não tô satisfeita, mas não sairia numa passeata, gritando essa insatisfação pra todo mundo!

Lice disse...

Paloma,
Adoro o blog de vocês e acompanho sempre!
Sobre essa passeata, eu nem acreditei quando vi, como as pessoas podem acreditar que fazendo um 'protesto' elas vão deixar de ser solteiras!!
Mas enfim, cada um com as suas loucuras, certo?

Haa hoje eu resolvi começar um blog também, está novinho ainda mas se vc puder, passe lá para dar uma olhada!!

http://ondeavidaedesonhar.blogspot.com/

Beijos
Alice Paez

Luciana disse...

Paloma, A-D-O-R-E-I o seu blog..
de segunda pra ele, só o nome..
e o post então deu um show..
Enfim, passeata para arrumar namorada é só o que falta acontecer em Sampa..
Aliás, daqui uns dias tem engarrafamento só por causa do movimento dos sem namorados..
imagina se a moda pega?!?
movimento dos sem namorado, sem juízo, dos sem nada na cabeça, dos sem noção..
Afê..
Vamos abafar o caso..

enfim, parabéns pelo blog..
vê se aparece lá no meu pra dar uma olhada!!
Abraço!
:D

Mary_Flor disse...

Solteirice..hum..
Já passei por esta fase.
E acho que não é em passeata que se resolve as coisas...

Tudo acontece naturalmente e assim, sem forçar, é mais gostoso!
Bjs
Boa semana!

Carrie disse...

oi paloma!
mais de segunda que a passeata, acho que foi a própria cobertura da mídia sobre ela!
Fizeram um escandalo, alvoroço, foi capa de jornais e destaque na revista dominical mais assistida do país! Tudo mostrando exatamente o contrário do que você nos relatou!
Obrigada por me dar uma "outra" visão. Não fui, (e meu namorado me mataria se eu fosse, afinal, acabei de voltar de PORTO Seguro, viagem que fiz sem ele, de férias e ainda cantarolo "Sou praieiro, to solteiro, quero mais o que... - hit do verão baiano, imagina se eu fosse...rs) mas como disse, pelas informações que li, a impressão que tive foi de um evento super legal, de pessoas realmente engajadas em conhecer umas às outras, etc, etc.
nadaaaaaaaaaaaaaaaa

bjão!!

carrie*

Beta Souza disse...

Olá meninas, to passando aqui para avisar que escolhi vcs para uma brincadeira. Passem lá no meu post.
bjkas

Rafa (@guapinharj) disse...

ahah

não iria a um evento desses nem por zoação......
sei lá altamente estranho...tá solteiro APROVEITE o momento.

isis disse...

Paloma concordo com vc, ou melhor diria que tal passeata não é de segunda é de quinta kkk...
afinal tudo bem que tem horas que ser solteira é chato, mas sair por aí gritando aos 4 cantos que quer alguem aí já é o fim!
beijos

exoticlic.com disse...

aceita trocar links comigo?

Gabriela Angeli disse...

Protesto para deixar de ser solteira, em formato de micareta? Pior que isso só rodeio...

Mas que o site foi esperto isso ele foi, sem dúvida!

Beijos, meninas!
Gabi.

ALOBONDER disse...

Se a panela tiver acústica e a tampa for boa de ouvido não vejo problema.Problema seria assistir a parada do orgulho gay como "S" e sair de lá com um caso sexo-afetivo hetero.
Porem acho que tudo depende do estado de espírito para encarar uma cantada ensaiada.Com direito a dedicatórias escritas in english.
E tambem não entendi porque se a manifestação fosse exclusivamente feminina seria mais autentica ou teria mais valor que uma manifestação unisex mesmo patrocinada por interesses comerciais.

Adriana Calábria disse...

Pior do que a passeata é o Beto Barbosa (aquele da lambada, lembram?) procurando namorada no programa do Rodrigo Faro na rede Record. De quinta!

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

se esse povo estivesse dando pinta no par perfeito não ia perder tempo em passeata.

ola.br.com disse...

Namoro e Encontros no Olá - o Seu Site de Relacionamentos no Brasil...