terça-feira, 2 de setembro de 2008

Malas e malices

Tenho um sério problema com malas. De todos os tipos, tamanhos e espécies. Sem alça, sem rodinha, sem noção, sem graça... Argh! Lama! Mas seguindo a linha do "pôr pra fora é terapêutico" (viva Freeeeeeud!), dei um depoimento pro canal de Turismo do portal iG sobre minha difícil relação com as bagagens (pois é, dessa vez as malas humanas foram poupadas). Quer dar uma olhada? Então clique aqui!

PS. Conselhos de primeira para que eu possa melhorar o meu relacionamento com bagagens e demais tipos de malas são naturalmente bem-vindos.

14 comentários:

Garotas de Vinte e Poucos disse...

Paloma
eu, por incrível que parece até que faço minhas malas bem rápido e levo só o essencial. Mas qdo se trata de produtos de beleza.... levo umas 3 cases! Impressionante.
Bjo
*lala*

MM disse...

Cara, eu tento imaginar os programas que eu vou fazer... e meio que visualizo roupas que ficariam legais, não vou jogando tudo na mala pra deixar pra escolher lá na hora.
Não deixo de levar opções, mas são sempre coisas "usáveis", que mesmo que não use num dia, dá pra usar no outro. Acho que por isso meu guarda roupa é predominantemente "versátil". O legal são as peças que podem ser usadas de várias formas diferentes... poupam bastante espaço na mala.

Adorei o blog!

Beijos

Josefina disse...

Mala é um objeto que já faz parte do meu ser ou no mínimo é peça decorativa da minha casa, uma vez que viajo pra caramba! pior... a trabalho!
Faz parte.
bjos

*Lusinha* disse...

Tenho uma relação boa com as malas. É só elas caberem tudo que quero levar... :)
Bjitos!

Delirios de mulher disse...

Eu mando muito mal com essa história de malas.
Tanto humanas quanto normais.
Sempre deixo tudo pra ultima hora!!!
E acabo me enrolando toda!!
Porque nunca consigo separar as coisas inúteis das essenciais!!
Gostei muito do blog!!
Te espero no meu!!

Bjs
coisasedeliriosdemulher.blogspot.com/

Ita Andrade disse...

Mala tem tambem a ver com saudade? bem, meu post de hoje "Saudade" queria oferecer tambem a voces, essa dupla de primeira. Aceitem!

Paloma Lopes disse...

* ai lala, eu sou bem o oposto de você. levo uma mala pequenininha de cosméticos, já que nisso sou meio desleixada, mas tenho verdadeira obsessão por roupas!

* mm, você faz certo, planeja a sua mala. mas eu não sei como fazer isso! humpf!
ps: que bom que gostou do blog!!!

* josefina, se eu vivesse viajando a trabalho, certamente teria que me matricular em um curso de 'como fazer malas razoáveis'.

* lusinha, temos muito em comum!!!

* moça dos delírios, que legal que gostou do blog!!! vou te visitar tb, vamos manter contato!

* ah, ita, ita, pois é, mala lembra saudade! e o seu post de hoje mexeu comigo, já que vivo sentindo essa coisa meio de primeira e bastante de segunda chamada saudade.......

muitos beijos, meninas!

Mi disse...

Não posso lhe dar uma dica sequer, também tenho problemas sérios com bagagens.

Excelente blog.
Beijos;

Mi.

Carolina disse...

Mala é uma mala! Mas enfim fazem parte de algum momento desconhecido da nossa vida carregadas literalmente de expectativas rumo ao amanhã. Como viajo direto a trabalho as malas já fazem parte do meu eu, é uma extensão do meu corpo.
bjos

Drunken Alina disse...

Mas que coincidência!!!
Ontem á noite praparei duas malas!

Beijos!!

marcia disse...

O meu problema é o mesmo de "garotas".A mala eu faço rápido.O problema são os creminhos,loções,maquiagem...eu piro literalmente!rsrs

Paloma Lopes disse...

* oi mi, fico feliz que tenha gostado do nosso blog! volte sempre, viu?

* carol, você tem toda a razão: mala é muito mala mesmo! não é por acaso que a palavra virou adjetivo para classificar pessoas chatas!

* drunken, duas malas para quanto tempo de viagem? dois dias ou dois meses? rss

* márcia, acho que eu preferiria ter problemas com cosméticos, e não roupas e sapatos. eles pelo menos ocupam menos espaço, não?

beijocas!

Vinicius disse...

rs.. problemas com malas é o que há rs..

ALOBONDER disse...

Essa experiência se aplica tambem aos sacoleiros.De primeira,de segunda etc.