terça-feira, 9 de setembro de 2008

Uma explosão de prazer


Domingo passado, aproveitando a fase ‘casa nova, vida nova’ dos meus pais - e já visualizando a crise de TPS que enfrentaria na hora do Fantástico -, antes de ‘rumar’ para a capitarrr roubei um pedaço de plástico-bolha de uma das caixas que ainda se encontram abarrotadas por causa da mega-mudança que eles enfrentaram há um mês. Como estava de carona com uma prima, optei por me jogar de cabeça no trabalho terapêutico depois, mais tarde, quando estivesse sozinha. Porque os plec-plecs realmente relaxam o sujeito que estoura as bolhinhas, mas irritam profundamente quem está ao lado – e eu não poderia ser ingrata com alguém que, além de ser super de primeira e da família, me salvou de uma viagem de segunda num Cometão da vida. Pois bem, cheguei em casa e fui logo me aboletando no sofá com o artifício em mãos. Plec, plec, plec e mais plec. Ah, que maravilha! Juro, fiquei ali uns 20 minutos, na maior concentração, e depois me senti renovada. É claro que o plástico-bolha não resolve o problema da TPS, mas pelo menos ameniza os sintomas. Tipo uma Aspirina, sabe? Já ajuda... Enfim, até a Wikipédia descreve o ato de estourar bolhinhas como desestressante. Tá lá, “apertar as bolhas uma a uma, ouvindo o calmante som ‘poc’, ou ainda torcer o plástico para estourar o maior número possivel de uma vez”. Vocês também apreciam a atividade? Já tentaram utilizá-la num domingão de quinta? Têm outras receitas estapafúrdias para amenizar a depressão pré-segunda?

8 comentários:

marcia disse...

Paloma,eu AMO,estourar estas bolinhas de plástico.Quando aparece um plástico assim eu e minha filha(ela tem 11 anos)quase nos estapeamos,rsrs, para ver quem estoura mais!Oh mãe joselita!!!

Anônimo disse...

Paloma, plastico bolha é qse um Prozac sem tarja preta, criatura!
Aqui eu e meu filho de 12 tb disputamos o pedaço q esteja dando bobeira proximo dos nossos dedinhos!
Adoroooo e nem me importa se o do lado não gosta do ploc-ploc...hehehehe

Anônimo disse...

esqueci de assinar!
o comentario acima é de:
Andréa

Garotas de Vinte e Poucos disse...

super terapia essa sua!
fui nas Casas Bahia uma vez e tinha um rolo enorme do tal plástico. Menina... juntou eu e mais 6 pessoas ao redor do rolo! kkkk
bjo
*lala*

Carolina disse...

Aii A-M-O estourar estas bolinhas e aqui em casa sempre tem porque pinto madeira ( nas horas vagas quando surge) e envolvo as encomendas nestes ricos plásticos que me rodeiam. Uia!!! Tudi bom!!!
bjos

carolbiasucci disse...

plático bolha é o que há!!
:D

Gis disse...

Tu vê, eu devia ter estourado os 8 metros de plástico bolha que comprei para a fase encaixotamentos@ rsrsrs

Rê disse...

tem que vender na pharmácia. hehe