terça-feira, 10 de junho de 2008

Primeira-dama de segunda


Eu até gosto da Carla Bruni cantora. Achei estranho quando ela começou a circular com o Sarkozy. Tudo bem, mulheres se apaixonam por presidentes da França. Agora, escrever um livro contando detalhes do romance, meses depois do casório, me parece over. O livro "Carla e Nicolas - A história real", lançado pela primeira-dama francesa na semana passada, traz pérolas como "Me apaixonei porque ele tem cinco cérebros, todos irrigados...". Pensei que Carla Bruni era mais cool. Não li o livro, mas achei a idéia de quinta. Esse casalzinho não me inspira. Quando uma mulher se apaixona para valer, quer mais é curtir seu amor bem quietinha. Nada mais gostoso do que aquelas coisas de casal, que só o casal sabe, e mais ninguém precisa saber. A troco de quê uma modelo-cantora-linda-primeira-dama-da-França contaria a história de amor com seu marido para todo mundo? Qual é o seu palpite?

7 comentários:

historias na cozinha disse...

É concordo com vc, viu ? Muito stranger.....beijocas.

Aninha disse...

Viche, viajou na maionese...

Rosane Queiroz disse...

Aninha, quem viajou na maionese, eu ou a Carla Bruni?...

ALOBONDER disse...

Tadinha.Dá uma chance para ela.

Isolda disse...

Da mesma maneira que artistas fazem contrato com politicos (na época de eleição) para emprestarem seu nome e figura pra campanha, é bem possivel que Carla tenha feito a mesma coisa, uma vez que o presidente da França tinha acabado de se separar - e isso não estava pegando nada bem pra ele -. Nada como aparecer ao lado da cantora mais famosa atualmente na França, né? E pra ela, um grande golpe de mídia tambem, certo? Vai saber, quantos milhões não rolaram num acerto desses? Até eu toparia...opa..rs

Rosane Queiroz disse...

Pode até ser, Isolda, mas voce também e uma romantica incurável, que eu sei... Que seja um acordo, mas onde estão os romances inspiradores de verdade? bj

Paloma Lopes disse...

marketing, marketing, marketing! nem deu tempo de acumular tantas histórias assim, vai! o casalzinho tá junto há tão pouco tempo...