terça-feira, 25 de novembro de 2008

Saia Justa no CQC?


Li ontem na Folha Online que está rolando ciumeira entre os integrantes do CQC, programa de primeira exibido as segundas na Band. Nunca fui muito nerd de tevê, mas confesso que sempre espero ansiosa para conferir as tiradas rapidérrimas e ácidas de Marcelo Tas e sua turma engravatada. Sou fã declarada dos caras, e já tinha notado na semana passada um clima meio sinistro sempre que o apresentador Marcos Luque tentava fazer alguma piada (sem graça, vale ressaltar). Na edição de ontem, a coisa ficou ainda mais evidente, quando Tas, entre uma gargalhada e outra, com certa sutileza, fez questão de afirmar que Luque nunca decora seus textos - o que imagino que seja verdade, visto que seus comentários nunca me arrancaram um sorrisinho sequer. Por este motivo, fiquei com a maior cara de ué quando percebi que, a partir do 'delicado' puxão de orelha em rede nacional, a platéia passou a aplaudi-lo com mais afinco. Seria porque ele é integrante do Terça Insana? Gente, ok, o cara pode ser ótimo no palco, mas no caso do CQC as tiradinhas dele são tão sem sal... Enfim, pitacos à parte, só espero que o programa não seja prejudicado ou se transforme numa disputa de egos inflados – caso contrário, a chance de chorar de rir numa segundona braba será mínima (pra não dizer nula). Em tempo: vale a pena dar uma espiada no blog do repórter Danilo Gentili. O texto não é aqueeeela maravilha (o próprio site do CQC é estranhamente cheio de errinhos!), mas o humor, que neste caso é o que realmente interessa, é nota 10!

5 comentários:

o casalqseama* disse...

eu já havia percebido que o marco luque dá umas "bolas fora" mesmo... cheguei a jurar que fazia parte do roteiro! dãããã... =D


tomara que tudo se resolva... eles conquistaram com louvor uma grande platéia! eu e o maridão não perdemos uma segunda!


bj grande da fê =D

vida cotidiana disse...

Nunca vi o programa, mas muita gente me fala dele, agora fiquei curiosa,rrsrsrs, vou ver. bjs

Lúcia Soares disse...

Ai, gente, eu acho que faz parte do roteiro, sim. Aquele ar de lerdo dele, é proposital.
Assisti o Marcelo Tass no "Tirando o chapéu", do Raul Gil, e ele disse que tudo é roteirizado, nada é de improviso. Quer dizer, aparecem uns, mas não podem extrapolar.Enfim, gosto daquele jeitão dele.

kekel dinizºº disse...

^^
eu também não gosto desse sujeitoo!!
e olha q tenho fama de gostar de qlqr coisaa^^
hehehh

Regina Bui disse...

confesso: não assisto ao programa pq não suporto ouvir a voz do Marcelo Tas... ughh!